sábado, 30 de dezembro de 2017

PARA MEDITAR



SESSÃO FOTONOVELA - O ANJO FERIDO

A fotonovela abaixo pertence à revista Sétimo Céu nr. 144, publicada em março de 1968.
Para ler esta ou outra matéria em tamanho maior, caso use o Explorer ou Chrome, clique sobre a figura com o botão direito do mouse e selecione a opção "abrir link em uma nova guia". Na nova guia, clique com o botão esquerdo do mouse e, pronto, terá acesso a uma ampliação da página. Caso o navegador seja o Firefox, clique sobre a figura com o botão direito do mouse e selecione a opção "abrir em nova aba". Em seguida, proceda como no caso dos dois outros navegadores citados.
Boa leitura!









































sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

SESSÃO CAPAS E PÔSTERES

A capa pertence à revista Sétimo Céu nr. 144, publicada em março de 1968.
Já o pôster à revista Contigo nr. 229, que foi às bancas em 24/06/77.
Boa diversão!



SESSÃO FOTO QUIZ

A foto da semana passada pertence à atriz Cláudia Raia.
Agora tentem descobrir quem é a moça da foto.
Eis algumas pistas:
1) Esta atriz, já falecida, nasceu na capital carioca no ano de 1935.
2) Estreou em telenovelas em A Rainha Louca (1967) na TV Globo.
3) Participou de novelas como: Enquanto Houver Estrelas, na TV Tupi; Supermanoela e Gente Fina, na Rede Globo.
Boa diversão!


quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

SESSÃO LEITURA - QUARTETOS - ANA CRISTINA CESAR

O texto abaixo é de autoria de Ana Cristina Cesar.
Para maiores informações sobre a autora, favor acessar: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ana_Cristina_Cesar.
Boa leitura!

QUARTETOS

Desdenho os teus passos
Retórica triste:
Sorrio e na alma
De ti nada existe

Eu morro e remorro
Na vida que passa
Eu ouço teus passos
Compasso infernal

Nasci para a vida
De morte vivi
Mas tudo se acaba
Silêncio. Morri.

SESSÃO ABERTURA DE NOVELA - TE CONTEI? (PRIMEIRA VERSÃO)

A novela Te Contei? foi apresentada pela Rede Globo no horário das 19h de 6 de março a 2 de setembro de 1978.
O tema musical de abertura era Te Contei?, interpretado por Sônia Burnier.
Detalhe: essa abertura foi censurada, pois a câmera focalizava demais o bumbum da modelo. Ela foi substituída por outra, que já apresentamos.
Para maiores informações sobre a novela, favor acessar: http://www.teledramaturgia.com.br/te-contei/.
Boa diversão!



LETRA

TE CONTEI?

Compositores: Rita Lee e Roberto de Carvalho

Você se lembra daquela sirigaita,
que tentou roubar o meu marido?
Te contei, não? O marido dela agora está comigo!

Você se lembra da nossa empregada,
que mamãe tratava como uma filha?
Te contei, não? Meu irmão já aumentou a família!

Te contei, te contei, te contei?
Depois não diga que eu não te contei!
Te contei, te contei, te contei?
Mas não conte que eu te contei, ei, ei!

Os motéis agora estão superlotados,
e a garotada anda a todo vapor!
Te contei, não? Hoje em dia, pouco papo e muito amor!

Te contei, te contei, te contei?
Depois não diga que eu não te contei!
Te contei, te contei, te contei?
Mas não conte que eu te contei, ei, ei!

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

SESSÃO SAUDADE - TEDDY VIEIRA

A homenagem de hoje vai para um compositor de tantos sucessos de nossa música raiz: Teddy Vieira.


Fonte: https://studiosol-a.akamaihd.net/uploadfile/letras/fotos/a/e/1/4/ae1476acc6ba6beb2bc2858ab4f32659.jpg

Ele teve uma passagem rápida pela vida (morreu aos 42 anos), mas deixou sua marca em nossa música com muitos sucessos.
Obrigado, Teddy Vieira, por seu trabalho artístico que acrescentou tantas composições de rara sensibilidade ao nosso cancioneiro!
Descanse em paz!
Para saber mais sobre esse artista, favor acessar: http://dicionariompb.com.br/teddy-vieira.
Com o objetivo de homenageá-lo, reproduzimos abaixo três de seus sucessos: O Menino da Porteira, com Sérgio Reis; Boiadeiro Errante, com Liu e Léu e Rei do Gado com Tião Carreiro e Pardinho.

PRIMEIRO VÍDEO



LETRA

O MENINO DA PORTEIRA

Compositores: Luizinho e Teddy Vieira

Toda vez que eu viajava pela estrada de Ouro Fino
De longe eu avistava a figura de um menino
Que corria abrir a porteira e depois vinha me pedindo
Toque o berrante, seu moço, que é pra eu ficar ouvindo

Quando a boiada passava e a poeira ia baixando
Eu jogava uma moeda e ele saía pulando
Obrigado, boiadeiro, que Deus vá lhe acompanhando
Pra aquele sertão afora meu berrante ia tocando

Nos caminhos desta vida muitos espinhos eu encontrei
Mas nenhum calou mais fundo do que isso que eu passei
Na minha viagem de volta qualquer coisa eu cismei
Vendo a porteira fechada, o menino não avistei

Apeei do meu cavalo e no ranchinho à beira chão
Vi uma mulher chorando, quis saber qual a razão
Boiadeiro veio tarde, veja a cruz no estradão
Quem matou o meu filhinho foi um boi sem coração

Lá pras bandas de Ouro Fino levando gado selvagem
Quando passo na porteira até vejo a sua imagem
O seu rangido tão triste mais parece uma mensagem
Daquele rosto trigueiro desejando-me boa viagem

A cruzinha no estradão do pensamento não sai
Eu já fiz um juramento que não esqueço jamais
Nem que o meu gado estoure, que eu precise ir atrás
Neste pedaço de chão berrante eu não toco mais

Fonte: https://www.letras.mus.br/sergio-reis/68480/

SEGUNDO VÍDEO



LETRA

BOIADEIRO ERRANTE

Compositor: Teddy Vieira

Eu venho vindo de um querência distante
Sou um boiadeiro errante que nasceu naquela serra
O meu cavalo corre mais que o pensamento
Ele vem no passo lento porque ninguém me espera

Tocando a boiada, uê, uê, uê, boi
Eu vou cortando estrada
Uê boi
Tocando a boiada, uê, uê, uê, boi
Eu vou cortando estrada

Toque o berrante com capricho Zé Vicente
Mostre para essa gente o clarim das alterosas
Pegue no laço não se entregue companheiro
Chame o cachorro campeiro que esta rês e perigosa

Olhe na janela, uê, uê, uê, boi
Que linda donzela
Uê boi
Olhe na janela, uê, uê, uê, boi
Que linda donzela

Sou boiadeiro minha gente o que que há
Deixa o meu gado passar vou cumprir com a minha sina
Lá na baixada quero ouvir a seriema
Pra lembrar de uma pequena que eu deixei lá em Minas

Ela é culpada, uê, uê, uê, boi
Eu viver nas estradas
Uê boi
Ela é culpada, uê, uê, uê, boi
Eu viver nas estradas

O rio tá calmo e a boiada vai nadando
Veja aquele boi berrando Chico Bento corre lá
Lace o mestiço salve ele das piranhas
Tire o gado das campanhas pra viagem continuar

Com destino a Goiás, uê, uê, uê, boi
Deixei Minas Gerais
Uê boi
Com destino a Goiás, uê, uê, uê, boi
Deixei Minas Gerais


TERCEIRO VÍDEO



LETRA

REI DO GADO

Compositor: Teddy Vieira

Num bar de Ribeirão Preto
Eu vi com meus olhos esta passagem
Quando champanha corria a rodo
No alto meio da grã-finagem
Nisto chegou um peão
Trazendo na testa o pó da viagem
Pro garçom ele pediu uma pinga
Que era pra rebater a friagem

Levantou um almofadinha e falou pro dono
Eu tenho má fé
Quando um caboclo que não se enxerga
Num lugar deste vem pôr os pés
Senhor que é o proprietário
Deve barrar a entrada de qualquer
E principalmente nesta ocasião
Que está presente o rei do café

Foi uma salva de palmas
Gritaram viva pro fazendeiro
Quem tem bilhões de pés de cafés
Por este rico chão brasileiro?
Sua safra é uma potência
Em nosso mercado e no estrangeiro
Portanto vejam que este ambiente
Não é pra qualquer tipo rampeiro

Com um modo bem cortês
Responde o peão pra rapaziada
Essa riqueza não me assusta
Topo em aposto qualquer parada
Cada pé desse café
Eu amarro um boi da minha invernada
E pra encerrar o assunto eu garanto
Que ainda me sobra uma boiada

Foi um silêncio profundo
O peão deixou o povo mais pasmado
Pagando a pinga com mil cruzeiros
Disse ao garçom pra guardar o trocado
Quem quiser meu endereço
Que não se faça de arrogado
É só chegar lá em Andradina
E perguntar pelo rei do gado

SESSÃO HUMOR

Um homem conta ao amigo:
- Minha mulher está fazendo a dieta das três semanas.
- Que interessante. E quanto ela já perdeu?
- Duas semanas.

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

SESSÃO REMAKE MUSICAL - THE LOVE I LOST - HAROLD MELVIN & BLUE NOTES

A canção The Love I Lost, que teve como um dos intérpretes Allen Brown, é apresentada no vídeo abaixo por Harold Melvin & The Blue Notes.
Boa diversão!



LETRA

THE LOVE I LOST

The love I lost
Was a sweet love
the love I lost
was a complete love
The love I lost
I will never (never) no no never
(Never) love again ooh

I can remember planning
Building my whole world around you
And I can remember hoping
That you and I could make it on through
But something went wrong
We loved each other
We just couldn't get along
Take a good look at me
I'm in misery, can't you see

The love I lost (the love, the love I lost)
Was a sweet love (it was a sweet love)
The love I lost (the love, the love I lost)
Was complete love (it was complete love)
The love I lost (the love I lost)
I will never (never) no no never
(Never) love again ooh

I can't remember nothing, no no
But the good times we used to share
I'm so sad and lonely
Without you my life is so dead
I'm sorry to say
You go your way and I'll go my way
It hurts deep inside
The day we said goodbye, but

(CHORUS:)
The love I lost (the love, the love I lost)
Was a sweet love (it was a sweet love)
The love I lost (the love, the love I lost)
Was complete love (it was complete love)
The love I lost ooh ooh
I will never (never) no no never
(Never) love again (I'll never love again)
I will never (never) no no never
(Never) love again ooh ooh ooh ooh
I will never (never) no no never
(Never) love again

The love, the love I lost, ooh
The love, the love I lost

(CHORUS)
Sorry I lost

TRADUÇÃO

O AMOR QUE EU PERDI

O amor que eu perdi
Era um doce amor
O amor que eu perdi
Era um completo amor
O amor que eu perdi
Eu nunca irei (nunca) não não nunca
(Nunca) amar de novo

Eu consigo recordar planejando
Construir meu mundo inteiro ao seu redor
E eu consigo recordar tendo esperanças
Que você e eu podíamos fazer dele tudo
Mas algo deu errado
Nós nos amamos um ao outro
Nós só não podíamos ir pra frente
Dê uma boa olhada em mim
Eu estou na miséria, você não consegue ver?

O amor que eu perdi (o amor, o amor que eu perdi)
Era um doce amor (ele era um doce amor)
O amor que eu perdi (o amor, o amor que eu perdi)
Era um completo amor (ele era um completo amor)
O amor que eu perdi (o amor que eu perdi)
Eu nunca irei (nunca) não não nunca
(Nunca) amar de novo

Eu não consigo recordar nada, não não
Mas sim os bons tempos que costumávamos compartilhar
Eu estou tão triste e sozinho
Sem você minha vida está morta
Me desculpe por dizer
Que você vai pelo seu caminho e eu irei pelo meu
Isso magoa profundamente
O dia em que nos separamos

(REFRÃO)
O amor que eu perdi (o amor, o amor que eu perdi)
Era um doce amor (ele era um doce amor)
O amor que eu perdi (o amor, o amor que eu perdi)
Era um completo amor (ele era um completo amor)
O amor que eu perdi (o amor que eu perdi)
Eu nunca irei (nunca) não não nunca
(Nunca) amar de novo (Eu não vou amar de novo)
Eu não vou (nunca) não não nunca
(Nunca) amar de novo ooh ooh ooh
Eu não vou (nunca) não não nunca
(Nunca) amar de novo

O amor, o amor que eu perdi ooh
O amor, o amor que eu perdi

(Refrão)
Desculpe, eu perdi

Fonte: https://www.letras.mus.br/harold-melvin-e-the-blue-notes/466370/traducao.html

SESSÃO TÚNEL DO TEMPO MUSICAL - THE LOVE I LOST - ALLEN BROWN

A canção The Love I Lost, interpretada por Allen Brown, fez parte da trilha sonora da novela Supermanoela, apresentada pela Rede Globo no horário das 19h de 21 de janeiro a 2 de julho de 1974.
Para maiores informações sobre a novela, favor acessar: http://www.teledramaturgia.com.br/supermanoela/.
Boa diversão!



LETRA

THE LOVE I LOST

The love I lost
Was a sweet love
the love I lost
was a complete love
The love I lost
I will never (never) no no never
(Never) love again ooh

I can remember planning
Building my whole world around you
And I can remember hoping
That you and I could make it on through
But something went wrong
We loved each other
We just couldn't get along
Take a good look at me
I'm in misery, can't you see

The love I lost (the love, the love I lost)
Was a sweet love (it was a sweet love)
The love I lost (the love, the love I lost)
Was complete love (it was complete love)
The love I lost (the love I lost)
I will never (never) no no never
(Never) love again ooh

I can't remember nothing, no no
But the good times we used to share
I'm so sad and lonely
Without you my life is so dead
I'm sorry to say
You go your way and I'll go my way
It hurts deep inside
The day we said goodbye, but

(CHORUS:)
The love I lost (the love, the love I lost)
Was a sweet love (it was a sweet love)
The love I lost (the love, the love I lost)
Was complete love (it was complete love)
The love I lost ooh ooh
I will never (never) no no never
(Never) love again (I'll never love again)
I will never (never) no no never
(Never) love again ooh ooh ooh ooh
I will never (never) no no never
(Never) love again

The love, the love I lost, ooh
The love, the love I lost

(CHORUS)
Sorry I lost

TRADUÇÃO

O AMOR QUE EU PERDI

O amor que eu perdi
Era um doce amor
O amor que eu perdi
Era um completo amor
O amor que eu perdi
Eu nunca irei (nunca) não não nunca
(Nunca) amar de novo

Eu consigo recordar planejando
Construir meu mundo inteiro ao seu redor
E eu consigo recordar tendo esperanças
Que você e eu podíamos fazer dele tudo
Mas algo deu errado
Nós nos amamos um ao outro
Nós só não podíamos ir pra frente
Dê uma boa olhada em mim
Eu estou na miséria, você não consegue ver?

O amor que eu perdi (o amor, o amor que eu perdi)
Era um doce amor (ele era um doce amor)
O amor que eu perdi (o amor, o amor que eu perdi)
Era um completo amor (ele era um completo amor)
O amor que eu perdi (o amor que eu perdi)
Eu nunca irei (nunca) não não nunca
(Nunca) amar de novo

Eu não consigo recordar nada, não não
Mas sim os bons tempos que costumávamos compartilhar
Eu estou tão triste e sozinho
Sem você minha vida está morta
Me desculpe por dizer
Que você vai pelo seu caminho e eu irei pelo meu
Isso magoa profundamente
O dia em que nos separamos

(REFRÃO)
O amor que eu perdi (o amor, o amor que eu perdi)
Era um doce amor (ele era um doce amor)
O amor que eu perdi (o amor, o amor que eu perdi)
Era um completo amor (ele era um completo amor)
O amor que eu perdi (o amor que eu perdi)
Eu nunca irei (nunca) não não nunca
(Nunca) amar de novo (Eu não vou amar de novo)
Eu não vou (nunca) não não nunca
(Nunca) amar de novo ooh ooh ooh
Eu não vou (nunca) não não nunca
(Nunca) amar de novo

O amor, o amor que eu perdi ooh
O amor, o amor que eu perdi

(Refrão)
Desculpe, eu perdi

Fonte: https://www.letras.mus.br/harold-melvin-e-the-blue-notes/466370/traducao.html