quarta-feira, 23 de julho de 2014

SESSÃO SAUDADE - ATAULFO ALVES

Sempre é preciso lembrar e dizer obrigado à velha guarda de cantores e compositores de nossa MPB por conta do legado artístico valioso que nos deixaram.
Dentre estes, destaca-se nosso homenageado de hoje: Ataulfo Alves.
Ataulfo não era apenas um grande compositor, que nos legou grandes clássicos como: Ai que Saudades da Amélia; era também um excelente intérprete, que desde menino já se dedicava à música.
Para saber mais sobre esse artista maravilhoso, favor consultar: http://www.dicionariompb.com.br/ataulfo-alves/biografia.
Obrigado, Ataulfo, por seu legado artístico tão valioso para nossa música!
Descanse em paz!
Com o objetivo de homenageá-lo, reproduzimos abaixo três de seus grandes sucessos: Ai que Saudades da Amélia (1942), Na Cadência do Samba (1962) e Laranja Madura (1966).

PRIMEIRO VÍDEO

video


LETRA

AI QUE SAUDADES DA AMÉLIA

Nunca vi fazer tanta exigência
Nem fazer o que você me faz
Você não sabe o que é consciência
Não vê que eu sou um pobre rapaz

Você só pensa em luxo e riqueza
Tudo o que você vê, você quer
Ai meu Deus que saudade da Amélia
Aquilo sim que era mulher

As vezes passava fome ao meu lado
E achava bonito não ter o que comer
E quando me via contrariado dizia
Meu filho o que se há de fazer

Amélia não tinha a menor vaidade
Amélia que era a mulher de verdade
  

SEGUNDO VÍDEO

video

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=q2MwFR2ZAyg

LETRA

NA CADÊNCIA DO SAMBA

Sei que vou morrer, não sei o dia
Levarei saudades da Maria
Sei que vou morrer não sei a hora
Levarei saudades da Aurora

Eu quero morrer numa batucada de bamba
Na cadência bonita do samba

Quero morrer numa batucada de bamba
Na cadência bonita do samba

O meu nome não se vai jogar na lama
Diz o dito popular
Morre o homem, fica a fama

Quero morrer numa batucada de bamba
Na cadência bonita do samba


TERCEIRO VÍDEO

video


LETRA

LARANJA MADURA

Você diz que me dá casa e comida
Boa vida e dinheiro prá gastar
O que é que há, minha gente o que é que há
Tanta bondade que me faz desconfiar
Laranja madura na beira da estrada
Tá bichada Zé ou tem marimbondo no pé

Santo que vê muita esmola na sua sacola
Desconfia e não faz milagres não
Gosto de Maria Rosa mas quem me dá prosa é Rosa Maria
Vejam só que confusão

Laranja madura na beira da estrada
Tá bichada Zé ou tem marimbondo no pé

Fonte: http://letras.mus.br/ataulfo-alves/66721/

2 comentários:

  1. Realmente, Ataulfo Alves nos deixou um grande legado! Merecida homenagem!

    ResponderExcluir
  2. Só me lembro das músicas,,

    ResponderExcluir