quarta-feira, 11 de junho de 2014

SESSÃO SAUDADE - MOREIRA DA SILVA

A Sessão Saudade homenageia o Rei do Samba de Breque, Moreira da Silva.
Com seu bom humor, ele nos cativou com músicas como O Rei do Gatilho,
Acertei no Milhar, Na Subida do Morro e Amigo Urso, dentre outras.
Para saber mais sobre esse artista, favor consultar: http://www.dicionariompb.com.br/moreira-da-silva/biografia.
Obrigado por suas histórias tão divertidas contadas em sambas cativantes!
Descanse em paz, bom malandro!
Em sua homenagem, reproduzimos abaixo dois vídeos: O Rei do Gatilho e Acertei no Milhar.

video

PRIMEIRO VÍDEO


LETRA

O REI DO GATILHO

Trecho falado :

"O rei do gatilho... Super bang-bang de Michael Gustav, com Kid Morengueira, o mais temido pistoleiro de Wichitta.Temido pelos bandidos pois só atirava em nome da lei..."
O Rei do gatilho!"

Começa o filme com o garoto me entregando
Um telegrama do arizona, onde um bandido de lascar
Um bandoleiro transviado que era o bamba lá da zona
E não deixava nem defunto descansar.
Pedia urgente que eu seguisse em seu socorro
A diligência do oeste neste dia ia levar
Vinte mil dólares do banco Águia de Prata
Onde a mocinha costumava me encontrar(breque)

'' Venha urgente, pois estou morta de medo. Só tú poderás salvar-nos.
Beijos da tua Mary.''

Botei na cinta dois revólveres que atiram
Sem que eu precise nem ao menos me coçar
Assobiei para um cavalo que passava do outro lado
E com o bandido mascarado fui lutar
Meti o peito e nem dei bola pro Xerife
Passei direto no Saloon, fui me encostando no balcão
Com o chapéu em cima dos olhos nem dei conta
De que o bandido me esperava a traição(breque)
''Cuidado, Moreira''
Era um indio meu amigo que sabia
Das intenções do bandoleiro contra mim
E advertia o seu amigo do perigo que corria
Devo-lhe a vida, mas isso não fica assim
A essa altura o cabaret em polvorosa
Já tinha um cheiro de cadáver se espalhando
Houve um "suspanse" de matar o Hitchicock
E em close-up prô bandido fui chegando
Parou o show e as bailarinas desmaiaram
Fugiram todos só ficando ele e eu
Eu atirei, ele atirou, e nós trocamos tantos tiros
Que até hoje ninguém sabe quem morreu
Eu garanto que foi ele, ele garante que fui eu
Só sei dizer que a mulher dele hoje é viúva
Que eu nunca fui de dar refresco ao inimigo
Como um filme, bang-bang vale tudo
O casamento da viúva foi comigo(breque)
"Tem um final, mas o final é meio impróprio e eu não digo,
Volte na próxima semana se quiser ser meu amigo
Eu de cowboy fico gaiato, mas não fujo do perigo."


SEGUNDO VÍDEO

video

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=2eOpqjyjX6I

LETRA

ACERTEI NO MILHAR

Etelvina (o que é, Morengueira?)
Acertei no milhar!
Ganhei quinhentos contos (milhas), não vou mais trabalhar
você dê toda roupa velha aos pobres
e a mobília podemos quebrar
(breque)
"Isso é pra já, vamos quebrar. Pam, pam, bum, etc..."
Etelvina vai ter outra lua-de-mel
você vai ser madame
vai morar num grande hotel
eu vou comprar um nome não sei onde
de Marquês Morengueira de Visconde
um professor de francês mon amour
eu vou mudar seu nome pra Madame Pompadour
Até que enfim agora sou feliz
vou passear a Europa toda até Paris
e nossos filhos, oh, que inferno
eu vou pô-los num colégio interno
me telefone pro Mané do armazém
porque não quero ficar devendo nada a ninguém
e vou comprar um avião azul
para percorrer a América do Sul
mas de repente, derrepenguente
Etelvina me acordou está na hora do batente
mas de repente, derrepenguente
- Se acorda, vargulino! Saia pela porta de trás que na frente tem gente.
Foi um sonho, minha gente!

Fonte: http://letras.mus.br/moreira-da-silva/393251/

2 comentários:

  1. Grande Moreira da Silva, que saudade de seus sambas tão cheios de humor! Merecida homenagem!

    ResponderExcluir