quarta-feira, 10 de setembro de 2014

SESSÃO SAUDADE - MILTINHO

Cada vez que emudece para sempre a voz de um grande artista, nossa música, infelizmente, fica mais pobre.
No último dia 7 de setembro, mais uma voz se calou: Miltinho.
O experiente cantor de deliciosos sambas vai deixar saudade por conta de sua bela e suave voz.
Obrigado, Miltinho, por tantas interpretações magníficas que enriqueceram nossa música popular!
Descanse em paz!
Para saber mais sobre o artista, favor consultar: http://www.dicionariompb.com.br/miltinho.
Com o objetivo de homenageá-lo, reproduzimos abaixo dois de seus sucessos. O primeiro é Mulher de Trinta e o segundo, Poema do Adeus, interpretado em um dos filmes de Mazzaropi, O Vendedor de Linguiça.

PRIMEIRO VÍDEO

video


LETRA

MULHER DE TRINTA

Você, mulher
Que já viveu, que já sofreu
Não minta
Um triste adeus nos olhos seus
A gente vê, Mulher de Trinta
No meu olhar, na minha voz
Um novo mundo, sinta
É bom sonhar, sonhemos nós
Eu e você, Mulher de Trinta
Amanhã sempre vem
E o amanhã pode trazer alguém


SEGUNDO VÍDEO

video


LETRA

POEMA DO ADEUS

Então, eu fiz um bem dos males que passei
fiz do amor uma saudade de você
e nunca mais amei, deixei nos olhos seus,
meu último olhar e ao bem do amor eu disse adeus

Caminho o meu caminho e, nos lugares que passei,
as pedras no caminho são o pranto que chorei.
Escondo em minhas mãos, carinhos que eram seus,
e guardo sua voz no poema do adeus...

2 comentários:

  1. Que bom ouvir Miltinho novamente! Merecida homenagem.

    ResponderExcluir