quarta-feira, 14 de junho de 2017

SESSÃO SAUDADE - ADELINO MOREIRA

Mais uma vez queremos nos lembrar dos compositores, aqueles que criam tantos sucessos musicais que continuamente cantamos, mas que, na maioria das vezes, são menos recordados que os cantores.
O nosso homenageado de hoje faz parte desse grupo: Adelino Moreira.



Embora tenha sido gravado por muitos artistas, sem dúvida, o artista a que Adelino aparece mais ligado é Nelson Gonçalves.
A parceria dos dois rendeu sucessos antológicos a nossa música como: Negue, A Volta do Boêmio e Fica Comigo Esta Noite, dentre outras.
Obrigado, Adelino Moreira por construir tantos sucessos musicais, que marcaram nosso cancioneiro!
Descanse em paz!
Para saber mais sobre esse artista, favor acessar: http://dicionariompb.com.br/adelino-moreira.
Com o objetivo de homenageá-lo, reproduzimos abaixo três composições suas de sucesso: Fica Comigo Esta Noite e A Volta do Boêmio, na interpretação de Nelson Gonçalves e Negue, na marcante interpretação de Maria Bethânia.

PRIMEIRO VÍDEO

video


LETRA

FICA COMIGO ESTA NOITE

Fica comigo esta noite
E não te arrependerás.
Lá fora o frio é um açoite;
Calor aqui tu terás.

Terás meus beijos de amor,
Minhas carícias terás;
Fica comigo esta noite
E não te arrependerás.

Quero em teus braços, querida,
Adormecer e sonhar;
Esquecer que nos deixamos
Sem nos querermos deixar...

Tu ouvirás o que eu digo;
Eu ouvirei o que dizes.
Fica comigo esta noite
E então seremos felizes.


SEGUNDO VÍDEO

video


LETRA

A VOLTA DO BOÊMIO

Boemia, aqui me tens de regresso
E suplicante te peço a minha nova inscrição.
Voltei pra rever os amigos que um dia
Eu deixei a chorar de alegria; me acompanha o meu violão.
Boemia, sabendo que andei distante,
Sei que essa gente falante vai agora ironizar:
"Ele voltou! O boêmio voltou novamente.
Partiu daqui tão contente. Por que razão quer voltar?"
Acontece que a mulher que floriu meu caminho
De ternura, meiguice e carinho, sendo a vida do meu coração,
Compreendeu e abraçou-me dizendo a sorrir:
"Meu amor, você pode partir, não esqueça o seu violão.
Vá rever os seus rios, seus montes, cascatas.
Vá sonhar em novas serenatas e abraçar seus amigos leais.
Vá embora, pois me resta o consolo e alegria
De saber que depois da boemia
É de mim que você gosta mais".


TERCEIRO VÍDEO

video


LETRA

NEGUE

Negue seu amor, o seu carinho
Diga que você já me esqueceu
Pise, machucando com jeitinho
Este coração que ainda é seu

Diga que meu pranto é covardia
Mas não se esqueça
Que você foi meu um dia

Diga que já não me quer
Negue que me pertenceu
Que eu mostro a boca molhada
Ainda marcada pelo beijo seu

2 comentários:

  1. Sempre que ouço falar em Adelino Moreira, lembro logo de inesquecíveis sucessos na voz de Nélson Gonçalves. Merecida homenagem!

    ResponderExcluir
  2. Não me lembro, mas bacana a homenagem"

    ResponderExcluir