quarta-feira, 7 de junho de 2017

SESSÃO SAUDADE - BARROS DE ALENCAR

Um artista de múltiplos talentos, assim pode ser descrito nosso homenageado da semana: Barros de Alencar.
Cantor e compositor de sucesso, ele conseguiu êxito também como radialista e apresentador de televisão.
Obrigado, Barros de Alencar, por tantos momentos alegres ou melancólicos que nos trouxe com suas artes!
Descanse em paz!
Com o objetivo de homenageá-lo, reproduzimos abaixo três vídeos. O primeiro mostra nosso homenageado na função de apresentador de televisão em programa que levava o seu nome, na década de 80, na TV Record de São Paulo. O segundo e o terceiro vídeos trazem dois grandes sucessos do disco: Meu Amor e Prometemos Não Chorar.

PRIMEIRO VÍDEO

video


SEGUNDO VÍDEO

video


LETRA

MEU AMOR

Composição de D. Finado, Jager e Vidalin, com versão de Sebastião Ferreira da Silva

Meu amor
Meu bem volte, volte
Se você voltar e o sol bater numa janela
Se você voltar e as sombras forem embora
Haverá sempre um claro de você

Volte eu espero
Ainda há lugar pro nosso amor
Ainda encontro em nossas mãos
E luz intensa de brilhar pelos caminhos
Volte, volte eu espero

Iremos a praia
E até a areia escreverá seu nome
E não diremos nada nem nada
O mar é grande e bom
E o meu amor maior
Mil noites frias estivemos sós
Você distante e eu perto de mim
Mil anos juntos amaremos
Sei que o céu que nos mandou as vidas
Pediram a mim um bom beijo seu
Volte eu espero
Vamos embora, embora em busca de nós
Vamos sair para o nosso amor
E quando ele chegar só Deus coisa melhor a de nos dar

Meu amor,
Meu bem volte, volte , volte

Eu espero


TERCEIRO VÍDEO

video


LETRA

PROMETEMOS NÃO CHORAR

Compositor: Barros de Alencar

Não, nós prometemos não chorar
Talvez seja esta a última vez em que tomamos café juntos
E talvez seja a última vez em que nos vemos
Portanto, procure me entender, por favor
Como verdadeira lembrança sua, eu quero um sorriso
Eu quero um sorriso seu como última lembrança
Por favor, não chore, não chore

Lembra a tarde em que nos conhecemos?
Foi lindo conhecer você
E mais bonito ainda o que aconteceu entre nós
Mas já passou, já passou
Agora é preciso que nos separemos
E devemos seguir sem nenhum vínculo
O nosso amor estava se transformando somente em rotina
E o amor... O amor é uma outra coisa
O amor tem que ser alimentado todos os dias com pequenas coisas
Com pequenas coisas que nós já não temos
O seu café está esfriando
Nenhum de nós é culpado, nenhum de nós

Cuidado, o garçom está vindo aí, e os outros estão olhando
Por favor... Por favor, não chore mais, não chore
- Eu te amo, te quero, te amo!
Não, você se acostumou a mim,o amor é uma outra coisa
Agora eu vou indo, eu vou embora
É o melhor para nós
Eu quero que você tenha sorte, muita sorte
E que seja muito feliz
Adeus, adeus
- Eu te amo, te amo, te amo
Adeus, tchau, tchau, tchau

2 comentários:

  1. Não sabia da partida de Barros de Barros de Alencar. Muitos o consideravam brega, mas ele tinha seu valor. Não tive a oportunidade de vê-lo em seus programas de televisão, gostaria de ter visto. Merecida homenagem!

    ResponderExcluir