quarta-feira, 8 de março de 2017

SESSÃO SAUDADE - JOHNNY ALF

Quando se fala em bossa nova, alguns nomes vêm à mente como: João Gilberto, Tom Jobim e Vinícius de Moraes, por exemplo.
Outros não são tão lembrados como nosso homenageado da semana: Johnny Alf.



Para destacar a importância desse cantor e compositor, reproduzimos abaixo a crítica de Ricardo Cravo Albin, que tão bem o descreve:
“É claro que Johnny não só ouvia tudo isso. Ele cantava e reinventava toda a fossa à sua maneira. Uma maneira, digamos para simplificar, muito mais ao estilo Dick Farney do que ao estilo Nelson Gonçalves.
Sérgio Porto, fã declarado de Alf, me disse certa vez que toda a história da bossa nova começou com ele, a quem considerava o avô do movimento. Porque, segundo Sérgio, ele foi o pai dos pais da bossa, já que João Gilberto e Tom Jobim, além de Lyra, Menescal, Sérgio Ricardo e o próprio Vinícius sempre iam ouvir nas boates do Rio o toque e o canto “avançadíssimo” de Johnny.
Exagero ou não – e mesmo considerando, como eu, que a bossa nova nasceu da batida do violão de João Gilberto – Johnny é mesmo o legítimo titular de tantas originalidades. E por todas as razões. A começar pelo extraordinário legado de seus discos antológicos, realizados ao longo desses cinqüenta anos de carreira. Aliás, nem tantos assim como seu talento e criatividade deveriam merecer. E, finalmente, por sua monástica modéstia. Que, num país sempre ingrato com quem vale a pena de verdade, o fez esconder-se da fama que lhe é devida.”
Para saber mais sobre esse artista, favor acessar: http://dicionariompb.com.br/johnny-alf.
Com o objetivo de homenageá-lo, reproduzimos um de seus grandes sucessos, Eu e a Brisa.

video


LETRA

EU E A BRISA

Ah! se a juventude que esta brisa canta
Ficasse aqui comigo mais um pouco
Eu poderia esquecer a dor de ser tão só
Pra ser um sonho
E aí então quem sabe alguém chegasse
Buscando um sonho em forma de desejo
Felicidade então pra nós seria
E depois que a tarde nos trouxesse a lua
Se o amor chegasse eu não resistiria
E a madrugada acalentaria nossa paz
Fica, oh! brisa fica
Pois talvez quem sabe
O inesperado faça uma surpresa
E traga alguém que queira te escutar
E junto a mim, queira ficar,
Queira ficar, queira ficar.

Fonte: https://www.vagalume.com.br/maysa/eu-e-a-brisa.html

2 comentários:

  1. Um grande talento que não teve o devido reconhecimento. Gostei do vídeo. Merecida homenagem!

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia..mas mereceu a homenagem.

    ResponderExcluir