quarta-feira, 3 de agosto de 2016

SESSÃO SAUDADE - ARACY CORTES

Gostamos muito de recordar os valorosos representantes da chamada “Velha Guarda” da MPB.
Hoje, queremos falar da primeira grande cantora popular do Brasil: Aracy Cortes.
Com uma voz diferenciada, cantou os grandes compositores de nossa música como Ary Barroso, Lamartine Babo, Assis Valente e Benedito Lacerda, dentre outros.
Obrigado, grande Aracy, por ter dado um colorido especial à música brasileira com suas interpretações maravilhosas!
Descanse em paz!
Para saber mais sobre essa artista, favor acessar: http://dicionariompb.com.br/aracy-cortes/.
Com o objetivo de homenageá-la, reproduzimos abaixo vídeo com três interpretações marcantes da cantora: Linda Flor (Iaiá), Os Rouxinóis e Jura.

video


LETRAS

LINDA FLOR (IAIÁ)

Ai, ioiô
Eu nasci pra sofrer
Foi olhar pra você
Meus zoinho fechou
E quando os óio eu abri
Quis gritar, quis fugir
Mas você
Eu não sei porque
Você me chamou

Ai, ioiô
Tenha pena de mim
Meu senhor do Bonfim
Pode inté se zangar
E se ele um dia souber
Que você é que é
O ioiô de iaiá

Chorei toda noite, pensei
Nos beijo de amor que te dei
Ioiô, meu benzinho do meu coração
Me leva pra casa, me deixa mais não
Chorei toda noite, pensei
Nos beijo de amor que te dei
Ioiô, meu benzinho do meu coração
Me leva pra casa, me deixa mais não


OS ROUXINÓIS

Os rouxinóis entre as flores procuram seus amores
É lindo o cântico das aves
As melodias se renovam tão suaves

Os rouxinóis nos arrebóis
Sustenidos são feridos e se ouvem à meia voz os bemóis
Porque os rouxinóis foram buscar amor-perfeito
E no canteiro já desfeito da amizade
Só encontraram saudade

Em sonhos os rouxinóis se vêem a sós tristonhos
E se consolam com as sutis cigarras
Cigarras sutis cada qual mais feliz
Pois cantam, cantam, cantam, depois se desencantam
Cantar até morrer é o seu infinito prazer

Estão os rouxinóis dos arrebóis silentes
Descrentes dos seus amores com as lindas flores
Nesta canção, pensando bem
O amor dos rouxinóis é o nosso amor também

Os rouxinóis entre as flores procuram seus amores
É lindo o cântico das aves
As melodias se renovam tão suaves

Os rouxinóis nos arrebóis
Sustenidos são feridos e se ouvem à meia voz os bemóis
Porque os rouxinóis foram buscar amor-perfeito
E no canteiro já desfeito da amizade
Só encontraram saudade


JURA

Jura, jura, jura
pelo Senhor
Jura pela imagem
da Santa Cruz do Redentor
pra ter valor a tua jura
jura, jura
de coração
para que um dia
eu possa dar-te o amor
sem mais pensar na ilusão

Daí então dar-te eu irei
o beijo puro da catedral do amor
Dos sonhos meus, bem junto aos teus
para fugirmos das aflições da dor

Fonte: https://www.letras.mus.br/sinho/389489/

2 comentários:

  1. Uma grande cantora! Merecida homenagem!

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia..bela homenagem!

    ResponderExcluir