quarta-feira, 1 de junho de 2016

SESSÃO SAUDADE - CAUBY PEIXOTO

Há artistas que parecem que jamais vão morrer. Explico melhor, há certos artistas cuja morte nem imaginamos. Um deles, infelizmente, se foi essa semana: Cauby Peixoto.
Foram muitos anos de estrada, tantos ritmos e sempre magistrais interpretações.
Obrigado, Cauby, por nos deixar uma obra musical tão magnífica!
Para maiores informações sobre esse artista, favor acessar: http://www.dicionariompb.com.br/cauby-peixoto/biografia.
Com o objetivo de homenageá-lo, reproduzimos abaixo dois de seus sucessos: Conceição, em participação no filme Com Água na Boca (1956), e Bastidores, no programa Som Brasil – Chico Buarque.

PRIMEIRO VÍDEO

video

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=xxR3N0SVTMI

LETRA

CONCEIÇÃO

Conceição
Eu me lembro muito bem
Vivia no morro a sonhar
Com coisas que o morro não tem

Foi então
Que lá em cima apareceu
Alguém que lhe disse a sorrir
Que, descendo à cidade, ela iria subir

Se subiu
Ninguém sabe, ninguém viu
Pois hoje o seu nome mudou
E estranhos caminhos pisou

Só eu sei
Que tentando a subida desceu
E agora daria um milhão
Para ser outra vez Conceição


SEGUNDO VÍDEO

video

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=sdXTdmqGKSQ

LETRA

BASTIDORES

Chorei, chorei
Até ficar com dó de mim
E me tranquei no camarim
Tomei um calmante, um excitante
E um bocado de gim

Amaldiçoei
O dia em que te conheci
Com muitos brilhos me vesti
Depois me pintei, me pintei
Me pintei, me pintei

Cantei, cantei
Como é cruel cantar assim
E num instante de ilusão
Te vi pelo salão
A caçoar de mim

Não me troquei
Voltei correndo ao nosso lar
Voltei pra me certificar
Que tu nunca mais vais voltar
Vais voltar, vais voltar

Cantei, cantei
Nem sei como eu cantava assim
Só sei que todo o cabaré
Me aplaudiu de pé
Quando cheguei ao fim

Mas não bisei
Voltei correndo ao nosso lar
Voltei pra me certificar
Que nunca mais vais voltar
Vais voltar, vais voltar

Cantei, cantei
Jamais cantei tão lindo assim
E os homens lá pedindo bis
Bêbados e febris
A se rasgar por mim

Chorei, chorei
Até ficar com dó de mim

Fonte: https://www.letras.mus.br/chico-buarque/85933/

2 comentários:

  1. Uma obra maravilhosa, um cantor fantástico! Ficará para sempre em nossas memórias. Merecida homenagem!

    ResponderExcluir